A polaca cá da casa

Chama-se Anheska (ou pelo menos é assim que soa) tem 20 anos e uma mente perversa. Ontem convidou-me para ir ao quarto dela enquanto o namorado fazia o jantar. Como sou novo por aqui e não quero chatices com gajos que medem 2 metros, recusei. Ficou chateada e disse que só queria aprender português. “Yeah, right Anheska! You can learn it at the living room...” Sorriu.
Depois de jantar e porque estava a chover, fui fumar um cigarro para uma barraquinha que temos no quintal. A Anheska aparece do meio da chuva e abraça-se a mim enquanto o totó do namorado via a bola e bebia uma lata de Bavaria. Conversa para aqui, conversa para acolá e diz-me que tem uma prima em Ultrecht que é mesmo boa para mim. Mostrou-me a fotografia e meteu-me ao telefone com ela. Situação embaraçosa. Por fim sussurra um: “Se ela não quiser, quero eu...”. Pessoal moreno, venham para países do norte.

publicado por Mário às 11:59 | link | comentar | partilhar