Barcos, barcos e mais barcos

 

 

Vejo-os no trabalho, vejo-os quando passeio, vejo-os quando saio de casa e agora, também os vejo quando abro o caderno. Noutra vida devo ter sido uma taínha, daquelas que andam à babuja do gasóleo...

publicado por Mário às 02:00 | link | comentar | partilhar