Depois da festa




O casamento já passou e estava tudo muito bom, e ao que parece toda a gente gostou. Saímos de lá às 5 da madrugada, a Joana totalmente sóbria e eu, totalmente bêbedo. Mas foi um evento atípico desde o início, já que a noiva chegou primeiro que o noivo à Embaixada (o trânsito em Bruxelas mete o de Lisboa a um canto).
publicado por Mário às 10:09 | link | comentar | partilhar