Re-colocação

Quando a Mia veio para cá, não imaginávamos que meses mais tarde iríamos esperar um bebé. Portanto, tendo a casa dois quartos, e estando um reservado a tralhas (e por isso desocupado), decidimos “oferecê-lo” à Mia. Era o quartinho dela. Mas, agora que o nosso Ferraz-Lopes vem aí tivemos de repensar a estratégia. Comprámos uma casota para a gata, e vamos aproveitar que esta semana não chove nem faz frio para metê-la de férias no jardim. Assim, desinfectamos o quarto com lixívia pura e é fechado até obras futuras. Daqui por uma semana, já poderá dormir em casa de noite enquanto o dia vai ser todo ao ar livre (excepto quando nevar ou houver tempestade, claro). Concluo então que a criança que ainda nem nasceu já manda mais que a desgraçada da gata, que ainda por cima chegou primeiro. Nós humanos somos mesmo rápidos a realçar prioridades.
publicado por Mário às 22:18 | link | comentar | partilhar